booki

Investimentos em Ativos Financeiros - Casos Práticos

9,00 €10,00 €
Poupa: 1,00 € | desconto de 10%

Coleção Finanças Empresariais - Volume 4

Sobre a obra
Na sequência da edição do quarto volume da coleção de Finanças Empresariais – INVESTIMENTOS EM ATIVOS FINANCEIROS – foi desenvolvida agora esta obra que propõe vários casos práticos destinados a permitir a consolidação dos conhecimentos adquiridos. Ao todo, podemos encontrar aqui mais de cem casos de aplicação dos conceitos relativamente à análise de investimentos em ativos financeiros.

Sobre a coleção
Esta coleção aborda os temas de Gestão e Finanças Empresariais em todas as suas vertentes, com o objetivo de apresentar os conceitos de Finanças Empresariais de modo claro e preciso. Saber interpretar a informação contabilística e diagnosticar/caraterizar a situação económico-financeira são elementos fundamentais para a tomada de decisões empresariais. Os vários volumes que constituem a coleção apresentam os principais conceitos, métodos e técnicas de análise financeira, sendo complementados com exemplos práticos para facilitar o seu entendimento. Destina-se aos estudantes do ensino superior nas áreas de gestão e de finanças, e também aos profissionais destas áreas.

Nota Prévia 
Preâmbulo 
PARTE A: QUESTÕES
CAPÍTULO A.1. Rendibilidade e risco dos ativos financeiros    
A.1. Rendibilidade de 1000 ações    
A.2. Rendibilidade de um fundo de investimento    
A.3. Rendibilidades médias, aritmética e geométrica    
A.4. Rendibilidades médias de um fundo    
A.5. Evolução da rendibilidade média anual
A.6. Rendibilidades anualizadas    
A.7. Comparação de rendibilidades anualizadas    
A.8. Rendibilidade de uma carteira    
A.9. Rendibilidade média aritmética versus geométrica    
A.10. Rendibilidade média de uma carteira de ativos    
A.11. Desvio-padrão da rendibilidade de um ativo    
A.12. Desvio-padrão da rendibilidade de uma carteira de índices    
A.13. Desvio-padrão da rendibilidade de uma carteira de títulos    
A.14. Coeficiente de correlação entre ativos I    
A.15. Coeficiente de correlação entre ativos II    
A.16. Covariância entre ativos    
A.17. Prémio de risco de ações e obrigações    
A.18. Variância e covariância de ativos    
A.19. Valor esperado e variância de ativos    
A.20. Prémio de risco de ações vs. bilhetes do tesouro    

CAPÍTULO A.2. Aversão ao risco, teoria da utilidade e diversificação    
A.21. Função utilidade    
A.22. A aversão ao risco e a escolha de investimentos    
A.23. A curva da indiferença    
A.24. Investimento de máxima utilidade    
A.25. Encontrar a proporção de um ativo numa carteira    
A.26. Relação entre desvio padrão de carteira e correlação de ativos    
A.27. Características de uma carteira com dois ativos    
A.28. Carteira de ativos de risco e diversificação    
A.29. Características de uma carteira com três ativos    
A.30. Diversificação e redução do risco    
A.31. Diversificação e redução do risco na prática I    
A.32. Diversificação e redução do risco na prática II    
A.33. Escolha da carteira com o menor risco: ativos correlacionados    
A.34. Sobre o desvio padrão e a correlação entre ativos    
CAPÍTULO A.3. Fronteira eficiente e escolha da carteira ótima    
A.35. Carteira de variância mínima e fronteira eficiente    
A.36. Carteira de variância mínima I    
A.37. Carteira de variância mínima II    
A.38. Carteiras na fronteira eficiente de Markowitz    
A.39. Carteiras abaixo da fronteira eficiente de Markowitz    
A.40. A fronteira de Markowitz e a carteira ótima    
A.41. A linha de alocação do capital    
A.42. A linha de alocação do capital na práti
A.43. Como aumentar a rendibilidade mantendo o risco
A.44. Combinações de ativos com e sem risco
A.45. Aversão ao risco e peso da carteira de risco    
A.46. Combinando fundos de investimento numa carteira ótima    
A.47. Linha de alocação de capital dominante e carteira ótima para o investidor    
A.48. Fundos de risco e linha de alocação do capital    
A.49. Integrando um ativo sem risco numa carteira com risco    
A.50. Introduzindo a utilidade para encontrar a carteira ótima    
A.51. Carteira óptima e carteira eficiente    
A.52. Rendibilidade vs. desvio padrão    
A.53. Rendibilidade da carteira ótima    

CAPÍTULO A.4. Teoria do mercado de capitais    
A.54. Teoria do mercado de capitais    
A.55. Estimativa de parâmetros    
A.56. Carteira ótima do investidor    
A.57. Linha do mercado de capitais    
A.58. Teoria do mercado de capitais na prática    
A.59. Gestão passiva de carteiras versus gestão ativa
A.60. Avaliação do risco na teoria do mercado de capitais    
A.61. Modelo de mercado    3
A.62. Cálculo do beta de um ativo    
A.63. Modelo de mercado na prática I    
A.64. Modelo de mercado na prática II    
A.65. Modelo de mercado na prática III    
A.66. Modelo de mercado e LMC (CML)    
A.67. Modelo de mercado na prática IV    
A.68. Modelo de mercado na prática V    
A.69. Modelo de mercado na prática VI    
A.70. Modelo de mercado na prática VII    

CAPÍTULO A.5. Modelo de avaliação de ativos financeiros – CAPM    
A.71. Linha de mercado de capitais (CML) versus linha de mercado de títulos (SML)    
A.72. CML e SML I    
A.73. CML e SML II    
A.74. CML e SML III    
A.75. Modelo CAPM I    
A.76. Modelo CAPM II    
A.77. Modelo CAPM III    
A.78. Modelo CAPM IV    
A.79. Modelo CAPM V    
A.80. Modelo CAPM VI    
A.81. Modelo CAPM VII    
A.82. Modelo CAPM VIII    
A.83. Modelo CAPM IX    
A.84. Modelo CAPM X    
A.85. Modelo CAPM XI    
A.86. Modelo CAPM XII    
A.87. Modelo CAPM XIII    
A.88. Modelo CAPM XIV    
A.89. Modelo CAPM XV    
A.90. Modelo CAPM XVI    

CAPÍTULO A.6. Desempenho de carteiras    
A.91. Indicadores de desempenho    
A.92. Desempenho de carteiras I    
A.93. Desempenho de carteiras II    
A.94. Desempenho de carteiras III    
A.95. Desempenho de carteiras IV    
A.96. Desempenho de carteiras V    

CAPÍTULO A.7. Modelos multifatoriais e modelo de equilíbrio por arbitragem (APT –abritage pricing theory)    
A.97. Modelo multifatorial I    
A.98. Modelo multifatorial II    
A.99. Modelo multifatorial III    
A.100. Modelo multifatorial IV    
A.101. Modelo APT I    
A.102. Modelo APT II    
A.103. Modelo APT III    
A.104. Modelo APT IV    
A.105. Modelo APT V    
A.106. Modelo APT vs. CAPM    

PARTE B: PROPOSTAS DE RESOLUÇÃO    
CAPÍTULO B.1. Rendibilidade e risco dos ativos financeiros    
B.1. Rendibilidade de 1000 ações    
B.2. Rendibilidade de um fundo de investimento    
B.3. Rendibilidades médias, aritmética e geométrica
B.4. Rendibilidades médias de um fundo    
B.5. Evolução da rendibilidade média anual    
B.6. Rendibilidades anualizadas    
B.7. Comparação de rendibilidades anualizadas    
B.8. Rendibilidade de uma carteira    
B.9. Rendibilidade média aritmética versus geométrica    
B.10. Rendibilidade média de uma carteira de ativos
B.11. Desvio-padrão da rendibilidade de um ativo    
B.12. Desvio-padrão da rendibilidade de uma carteira de índices    
B.13. Desvio-padrão da rendibilidade de uma carteira de títulos    
B.14. Coeficiente de correlação entre ativos I    
B.15. Coeficiente de correlação entre ativos II    
B.16. Covariância entre ativos    
B.17. Prémio de risco de ações e obrigações    
B.18. Variância e covariância de ativos    
B.19. Valor esperado e variância de ativos    
B.20. Prémio de risco de ações vs. bilhetes do tesouro    

CAPÍTULO B.2. Aversão ao risco, teoria da utilidade e diversificação    
B.21. Função utilidade    
B.22. A aversão ao risco e a escolha de investimentos    
B.23. A curva da indiferença    
B.24. Investimento de máxima utilidade    
B.25. Encontrar a proporção de um ativo numa carteira    
B.26. Relação entre desvio padrão de carteira e correlação de ativos    
B.27. Características de uma carteira com dois ativos    
B.28. Carteira de ativos de risco e diversificação
B.29. Características de uma carteira com três ativos    
B.30. Diversificação e redução do risco    63
B.31. Diversificação e redução do risco na prática I    
B.32. Diversificação e redução do risco na prática II    
B.33. Escolha da carteira com o menor risco: ativos correlacionados    
B.34. Sobre o desvio padrão e a correlação entre ativos    

CAPÍTULO B.3. Fronteira eficiente e escolha da carteira ótima    
B.35. Carteira de variância mínima e fronteira eficiente    
B.36. Carteira de variância mínima I    
B.37. Carteira de variância mínima II    
B.38. Carteiras na fronteira eficiente de Markowitz    
B.39. Carteiras abaixo da fronteira eficiente de Markowitz    
B.40. A fronteira de Markowitz e a carteira óptima    
B.41. Linha de alocação do capital    
B.42. Linha de alocação do capital na prática    
B.43. Como aumentar a rendibilidade mantendo o risco    
B.44. Combinações de ativos com e sem risco    
B.45. Aversão ao risco e peso na carteira de risco    
B.46. Combinando fundos de investimento numa carteira ótima    
B.47. Linha de alocação de capital dominante e carteira ótima para o investidor    
B.48. Fundos de risco e linha de alocação do capital    
B.49. Integrando um ativo sem risco numa carteira com risco    
B.50. Introduzindo a utilidade para encontrar a carteira ótima    
B.51. Carteira óptima e carteira eficiente    
B.52. Rendibilidade vs. desvio padrão    
B.53. Rendibilidade da carteira ótima    

CAPÍTULO B.4. Teoria do mercado de capitais    
B.54. Teoria do mercado de capitais    
B.55. Estimativa de parâmetros    
B.56. Carteira ótima do investidor    
B.57. Linha do mercado de capitais
B.58. Teoria do mercado de capitais na prática    
B.59. Gestão passiva de carteiras versus gestão ativa    
B.60. Avaliação do risco na teoria do mercado de capitais    
B.61. Modelo de mercado    
B.62. Cálculo do beta de um ativo    
B.63. Modelo de mercado na prática I    
B.64. Modelo de mercado na prática II    
B.65. Modelo de mercado na prática III    
B.66. Modelo de mercado e LMC (CML)    
B.67. Modelo de mercado na prática IV    
B.68. Modelo de mercado na prática V    
B.69. Modelo de mercado na prática VI    
B.70. Modelo de mercado na prática VII    

CAPÍTULO B.5. Modelo de avaliação de ativos financeiros – CAPM    
B.71. Linha de mercado de capitais (CML) versus Linha de mercado de títulos (SML)    
B.72. CML e SML I    
B.73. CML e SML II    
B.74. CML e SML III    
B.75. Modelo CAPM I    
B.76. Modelo CAPM II    
B.77. Modelo CAPM III    
B.78. Modelo CAPM IV    
B.79. Modelo CAPM V    
B.80. Modelo CAPM VI    
B.81. Modelo CAPM VII    
B.82. Modelo CAPM VIII    
B.83. Modelo CAPM IX    
B.84. Modelo CAPM X    
B.85. Modelo CAPM XI    
B.86. Modelo CAPM XII    
B.87. Modelo CAPM XIII    
B.88. Modelo CAPM XIV    
B.89. Modelo CAPM XV    
B.90. Modelo CAPM XVI    

CAPÍTULO B.6. Desempenho de carteiras    
B.91. Indicadores de desempenho    
B.92. Desempenho de carteiras I    
B.93. Desempenho de carteiras II    
B.94. Desempenho de carteiras III    
B.95. Desempenho de carteiras IV    
B.96. Desempenho de carteiras V    

CAPÍTULO B.7. Modelos multifatoriais e modelo de equilíbrio por arbitragem (APT –abritage pricing theory)    
B.97. Modelo multifatorial I
B.98. Modelo multifatorial II    
B.99. Modelo multifatorial III
B.100. Modelo multifatorial IV    
B.101. Modelo APT I    
B.102. Modelo APT II    
B.103. Modelo APT III
B.104. Modelo APT IV    
B.105. Modelo APT V    
B.106. Modelo APT vs. CAPM
Índice de Figuras    
Referências Bibliográficas

Esta coleção aborda os temas de Gestão e Finanças Empresariais em todas as suas vertentes, com o objetivo de apresentar os conceitos de Finanças Empresariais de modo claro e preciso. Saber interpretar a informação contabilística e diagnosticar/caraterizar a situação económico-financeira são elementos fundamentais para a tomada de decisões empresariais. Os vários volumes que constituem a coleção apresentam os principais conceitos, métodos e técnicas de análise financeira, sendo complementados com exemplos práticos para facilitar o seu entendimento. Destina-se aos estudantes do ensino superior nas áreas de gestão e de finanças, e também aos profissionais destas áreas.

Quem viu este produto também viu os seguintes

9,00 €10,00 €

56,29 €62,54 €

9,00 €10,00 €

9,00 €10,00 €

9,00 €10,00 €