booki

 

-10%

Subestações: Projecto, Construção, Fiscalização

ISBN: 9789897232213

Autor: MANUEL MARIA POLAINAS BOLOTINHA

Editora: PUBLINDUSTRIA..

Número de Páginas: 192

Idioma: Português

Data Edição: 2017

17,06 €18,95 €
Poupa: 1,89 €

Esta obra pretende ser uma ferramenta de fácil consulta para os engenheiros e técnicos que se dedicam ao projecto, coordenação de montagem e fiscalização de subestações, apresentando os documentos normativos e regulamentares, as configurações e os princípios básicos das subestações, os trabalhos a realizar, os processos construtivos, ferramentas e meios de montagem e os sistemas e equipamentos que integram as subestações e respectivas características técnicas.
1. SIGLAS E ACRÓNIMOS
2. ÍNDICE DE TABELAS E FIGURAS
3. CONCEITOS GERAIS DE SUBESTAÇÕES
3.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS
3.2 TENSÕES DE SERVIÇO
3.3 DISTÂNCIAS DE SEGURANÇA NO AR
3.4 CONFIGURAÇÕES DE SUBESTAÇÕES
3.5 TIPOS CONSTRUTIVOS
3.6 TRABALHOS A REALIZAR
3.7 TIPOS DE DEFEITOS
3.8 DIMENSIONAMENTO DOS EQUIPAMENTOS
4. ORGANIZAÇÃO DO ESTALEIRO E PREPARAÇÃO DOS TRABALHOS
4.1 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
4.2 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
4.3 ORGANIZAÇÂO DO ESTALEIRO
4.4 PREPARAÇÃO DOS TRABALHOS
4.5 MEDIDAS DE SEGURANÇA E SAÚDE
4.6 INFRA-ESTRUTURAS DE ESTALEIRO
5. CONSTRUÇÃO CIVIL
5.1 TRABALHOS A REALIZAR
5.1.1 Trabalhos gerais
5.1.2 Trabalhos no Parque Exterior da Subestação
5.1.3 Construção de Edifícios Técnicos
5.2 TOLERÂNCIAS ADMISSÍVEIS
5.3 REGULAMENTOS APLICÁVEIS
6. EMBALAGEM, TRANSPORTE E ARMAZENAMENTO
DE EQUIPAMENTOS E MATERIAIS
6.1 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
6.2 DOCUMENTAÇÂO
6.3 EMBALAGEM
6.4 TRANSPORTE
6.5 O PROBLEMA DO TRANSPORTE DOSTRANSFORMADORES
6.6 ARMAZENAMENTO
7. ESTRUTURAS METÁLICAS
7.1 ÂMBITO
7.2 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
7.3 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
7.4 PROCEDIMENTO DE MONTAGEM
8. BARRAMENTOS E LIGADORES
8.1 ÂMBITO
8.2 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
8.3 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
8.4 PROCEDIMENTO DE MONTAGEM
8.4.1 Materiais utilizados
8.4.2 Colunas e Cadeias de isoladores
8.4.3 Ligadores 53
9. TERRAS E PROTECÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFÉRICAS
9.1 TENSÕES DE PASSO E DE CONTACTO
9.2 CÁLCULO E CONSTITUIÇÃO DA REDE DE TERRAS
9.3 SISTEMA DE PROTECÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFÉRICAS
9.4 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
9.5 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
9.6 PROCEDIMENTO DE MONTAGEM
10. EQUIPAMENTOS DE MAT E AT
10.1 CARACTERÍSTICAS DOS EQUIPAMENTOS MAT E AT
10.1.1 Geral
10.1.2 Transformadores MAT/MAT e MAT/AT
10.1.3 Disjuntores
10.1.4 Seccionadores
10.1.5 Transformadores de medida de tensão
10.1.6 Transformadores de medida de intensidade
10.1.7 Descarregadores de sobretensões
10.1.8 Condensadores de acoplamento e bobinas tampão
10.1.9 Reactâncias de neutro
10.1.10 Impedâncias limitadoras de curto-circuito
10.1.11 Baterias de condensadores
10.1.12 Blocos extraíveis
10.2 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
10.3 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
10.4 PROCEDIMENTO DE MONTAGEM
10.5 TOLERÂNCIAS ADMISSÍVEIS
11. QUADROS DE MÉDIA TENSÃO
11.1 CARACTERÍSTICAS GERAIS
11.2 TIPOS DE QUADROS MT
11.2.1 Metal-Enclosed
11.2.2 Metal Clad
11.2.3 Ring Main Unit (RMU)
11.3 EQUIPAMENTO MT – TIPOS E CARACTERÍSTICAS
11.4 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
11.5 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
11.6 PROCEDIMENTO DE MONTAGEM
12. CABOS E CAMINHOS DE CABOS
12.1 DEFINIÇÕES E CARACTERÍSTICAS
12.2 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
12.3 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
12.4 PROCEDIMENTO DE MONTAGEM
12.4.1 Cabos
12.4.2 Caminhos de cabos13. SISTEMA DE COMANDO CONTROLO E PROTECÇÃO
13.1 PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO
13.1.1 Princípios Gerais
13.1.2 Comando
13.1.3 Controlo
13.1.4 Protecção
13.1.5 Religação
13.1.6 Teleprotecção e teledisparo
13.1.7 Oscilopertubografia
13.1.8 Medida
13.2 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
13.3 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
14. SERVIÇOS AUXILIARES DE CORRENTE ALTERNADA
14.1 FUNÇÕES E CONSTITUIÇÃO DOS SERVIÇOS AUXILIARES DE CORRENTE ALTERNADA
14.1.1 Geral
14.1.2 Filosofia e constituição dos SACA
14.1.3 Transformador dos Serviços Auxiliares (TSA)
14.1.4 Grupo Gerador de Emergência
14.1.5 Quadro dos Serviços Auxiliares de Corrente Alternada (QSACA)
14.2 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
14.3 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
14.4 PROCEDIMENTO DE MONTAGEM
15. SERVIÇOS AUXILIARES DE CORRENTE CONTÍNUA
15.1 FUNÇÕES E CONSTITUIÇÃO DOS SERVIÇOS AUXILIARES DE CORRENTE CONTÍNUA
15.1.1 Geral
15.1.2 Formação de polaridades de comando e controlo
15.1.3 Conjunto bateria - rectificador
15.1.4 Quadro dos Serviços Auxiliares de Corrente Contínua (QSACC)
15.2 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
15.3 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
15.4 PROCEDIMENTO DE MONTAGEM
16. INSTALAÇÕES COMPLEMENTARES DOS EDIFÍCIOS
16.1 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
16.2 DOCUMENTAÇÂO
16.3 DESCRIÇÃO DAS INSTALAÇÕES COMPLEMENTARES
16.4 DESCRIÇÃO DOS TRABALHOS A REALIZAR
16.4.1 IEG
16.4.2 AVAC
16.4.3 SES
17. INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS EXTERIORES
17.1 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
17.2 DOCUMENTAÇÂO
17.3 DESCRIÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS EXTERIORES
17.4 DESCRIÇÃO DOS TRABALHOS A REALIZAR
18. PLANO DE INSPECÇÕES E ENSAIOS
18.1 ORGANIZAÇÃO DOS ENSAIOS
18.2 PRINCÍPIOS DO PLANO DE INSPECÇÕES E ENSAIOS
18.3 ESTABELECIMENTO DO PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS
18.4 TERMINOLOGIA
ANEXO – CONTEÚDO DO RELATÓRIO DE ENSAIO
19. ENSAIOS E COMISSIONAMENTO
19.1 NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
19.2 DOCUMENTAÇÂO
19.3 ENSAIOS EM FÁBRICA (FAT)
19.4 ENSAIOS EM OBRA E COMISSIONAMENTO
19.4.1 Recepção dos equipamentos em obra
19.4.2 Ensaios em obra (SAT) e de funcionamento da instalação
19.4.3 Aparelhos de medida e outros equipamentos utilizados nos ensaios
19.4.4 Não Conformidades
20. SEGURANÇA
20.1 OS EFEITOS DA CORRENTE ELÉCTRICA NO CORPO HUMANO
20.2 COMUNICAÇÃO PRÉVIA DE ABERTURA DE ESTALEIRO
20.3 TÉCNICO DE HIGIENE E SEGURANÇA
20.4 EQUIPAMENTOS DE PROTECÇÃO
20.5 LEGISLAÇÃO, NORMAS E REGULAMENTOS APLICÁVEIS
20.6 DOCUMENTAÇÂO
21. MEIOS DE MONTAGEM – FERRAMENTAS E EQUIPAMENTOS
ANEXO 1 – RELAÇÃO DE NORMAS RELEVANTES
1. NORMAS EN, NP E NP EN
2. NORMAS IEC
3. NORMAS AMERICANAS
4. OUTRAS NORMAS
ANEXO 2 – FORMULÁRIO E CARACTERÍSTICAS E VALORES TIPO PARA CÁLCULO
1. ESFORÇO TÉRMICO DE CURTO-CIRCUITO – FACTORES “m” E “n”
2. CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS E MECÂNICAS DE BARRAS E TUBOS CONDUTORES
2.1. Barra de cobre
2.2. Barra de alumínio
2.3. Tubo de cobre
2.4. Tubo de alumínio
2.5. Correcção de temperatura
2.6. Valor máximo da tensão mecânica admissível (s02)
3. IMPEDÂNCIAS EQUIVALENTES TÍPICAS DE EQUIPAMENTOS
3.1. Introdução
3.2. Geradores
3.3. Transformadores e reactâncias
3.4. Cabos de potência
3.5. Impedâncias homopolares
4. REDE DE TERRAS – RESISTIVIDADE DO SOLO
ANEXO 3 – ÍNDICES DE PROTECÇÃO DOS EQUIPAMENTOS
1. INTRODUÇÃO
2. ÍNDICE DE PROTEÇÃO DOS EQUIPAMENTOS CONTRA A PENETRAÇÃO DE CORPOS SÓLIDOS E DE ÁGUA
3. ÍNDICE DE PROTEÇÃO DOS EQUIPAMENTOS
CONTRA OS IMPACTOS MECÂNICOS
ANEXO 4 – SISTEMA DE UNIDADES
BIBLIOGRAFIA
Manuel Bolotinha licenciou-se em 1974 em Engenharia Electrotécnica no Instituto Superior Técnico, onde foi Professor Assistente.
Tem desenvolvido a sua actividade profissional nas áreas do projecto, fiscalização de obras e gestão de contratos de empreitadas de instalações eléctricas, não só em Portugal, mas também em África, na Ásia e na América do Sul.
Membro Sénior da Ordem dos Engenheiros e Membro da Cigré e do IEEE, é também Formador Profissional, credenciado pelo IEFP, conduzindo cursos de formação, de cujos manuais é autor, em Portugal, África e Médio Oriente.