booki

 

-10%

Manual de Trabalhos em Tensão na Alta Tensão

ISBN: 9789897232299

Autores: Hilário Dias Nogueira, Napoleão Dias Monteiro

Editora: PUBLINDUSTRIA..

Número de Páginas: 178

Idioma: Português

Data Edição: 2017

17,91 €19,90 €
Poupa: 1,99 €

Este manual pretende transmitir os saberes técnicos a todos os colaboradores de Organizações Empresariais ou qualquer técnico que tenha aptidão e pretenda aprofundar os seus conhecimento ou até melhorar a sua futura opção de trabalho.
Foi preocupação dominante na realização deste manual, dirigir ao técnico as matérias e informações necessárias devidamente orientadas e identifi cadas despertando-o para uma aprendizagem em novas tecnologias, aquisição de conhecimento tendo como base a implementação das adequadas condições de segurança no trabalho e o objetivo da formação em alguns setores específicos, como é o caso dos trabalhos em tensão (TET).
I. GENERALIDADES SOBRE OS TRABALHOS EM TENSÃO
1. Generalidades sobre os trabalhos em tensão
1.1. Descrição na vantagem de utilização dos trabalhos em tensão – TET
2. Introdução
3. Objetivo
4. Notas fundamentais sobre os trabalhos em tensão – TET
5. Habilitações para trabalhos em tensão
5.1. Condições para atribuição de um título de habilitação
5.2. Aptidão técnica
5.3. Análise aprofundada do trabalho
6. Constituição das equipas TET
7. Modos operandos
8. Códigos da habilitação para TET
8.1. Nível de tensão
8.2. Grau de intervenção
8.3. Tipo de trabalho
8.4. Método de trabalho
9. Validade e renovação do título de habilitação
II. MÉTODOS E CONCEITOS DE TRABALHO
1. Descrição dos métodos de trabalho
1.1. Trabalhos à distância
1.2. Trabalhos ao contacto
1.3. Trabalhos ao potencial
1.4. Trabalho pelo método global
2. Distâncias prescritas em vizinhança de tensões
3. Regulamentação geral
4. Princípios fundamentais
4.1. Visibilidade na zona de trabalhos
5. Arranjo da zona de trabalhos
6. Condução do trabalho
6.1. Preparação das ferramentas e do equipamento antes do trabalho
7. Manutenção
8. Controlo dos equipamentos
9. Interrupção do trabalho
9.1. Interrupção do trabalho
9.2. Recomeço do trabalho
9.3. Precauções a tomar consideradas importantes após o
recomeço do trabalho
10. Conclusões finais
III. SEGURANÇA NAS CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO
1. Considerações sobre algumas condições de execução
1.1. Intervenção em partes de instalação sem tensão de uma
instalação em tensão
1.2. Recolocação da instalação em serviço, ou colocação em tensão de uma instalação nova
1.3. Casos distintos
2. Análise terminológica das zonas de ação finais
2.1. Quadro de distâncias de tensão
2.2. Competência do responsável de trabalhos
2.3. Emprego de anteparos e protetores
2.4. Precauções a ter na utilização dos protetores relativamente à tensão
2.5. Afastamento dos condutores em tensão
3. Distância entre peças condutoras
3.1. Esforços mecânicos suplementares nos condutores esticados
4. Averiguação do estado mecânico dos isoladores rígidos
5. Elevação acidental de potencial na estrutura (apoio e
armações)
5.1. Executantes colocados na barquinha de braço elevatório
5.2. Executante colocado sobre uma plataforma, apoio
metálico ou apoiado em estribos
6. Precauções que devem ser tomadas para evitar os riscos
de acidente elétrico
7. Rede BT em tensão ou ligada à terra em curto-circuito
8. Abertura ou fecho de um circuito aéreo alimentando por
transformadores em vazio
9. Abertura ou de fecho de um circuito de cabos em vazio
10. Abertura ou de fecho de um circuito em carga
IV. TRIGONOMETRIA
1. Noções teóricas fundamentais
1.1. Objetivo
2. Trigonometria
2.1. Funções trigonométricas
2.2. Teorema de pitágoras
2.3. Análise do exposto anteriormente
2.4. Análise do cálculo da tangente de um ângulo
2.5. Conclusão
3. Relação das expressões das unidades em que se podem
exprimir os ângulos
3.1. Graus, grados e radianos
3.2. Breve explicação
3.3. Aplicação da raiz quadrada às funções e razões
trigonométricas
3.4. Demonstração
4. Introdução a operações com frações
4.1. Frações
4.2. Operações
4.3. Transformação de uma fração imprópria em número misto
4.4. Divisão de frações
5. Semelhança de triângulos
6. Simples introdução à geometria plana
7. Triângulo retângulo
7.1. Relação métrica nos triângulos retângulos
7.2. Análise das relações efetuadasV. NOÇÕES ELEMENTARES DO CÁLCULO DE TRAÇÃO DE LINHAS
1. Triângulo de potências
2. Noções elementares de cálculo de linhas e aplicações práticas
2.1. Comparação entre o comprimento do vão e o
comprimento do condutor
2.2. Fórmula de cálculo dos esforços a que o apoio pode
estar sujeito
2.3. A resultante R é decomposta em duas forças F1 e F2
3. Tabela dos senos, cossenos e tangentes
4. Cálculo do peso dos condutores
4.1. Desníveis entre apoios com aplicação da tensão mecânica
e força vertical dos condutores
4.2. Análises efetuadas em laboratório com os dinamómetros
5. Análise de vãos desnivelados e fórmulas elementares do
cálculo
VI. MATEMÁTICA — FRAGMENTOS PRINCIPAIS DA
MATEMÁTICA APLICADA NESTE MANUAL TÉCNICO
1. Introdução
2. Tabuada
2.1. Estudo
2.2. Particularidade interessante da tabuada
3. Noção de ordens e classes dos números
4. Cálculo de um produto
4.1. Exemplo 1
4.2. Exemplo 2
4.3. Exemplo 3
3.4. Exemplo 4
5. Para que serve a raiz quadrada
6. Para que serve a raiz cúbica
7. Cálculo de alguns números mais utilizados e que são
quadrados perfeitos
7. Aprendendo a calcular a raiz quadrada
8. Aprendendo a calcular raiz quadrada
8.1. Exemplo 1
8.2. Exemplo 2
9. Métodos expeditos
9.1. Exemplo 1
9.2. Exemplo 2
9.3. Exemplo 3
10. Cálculo de qualquer tipo de raiz
11. Analisando a raiz quadrada
12. Analisando o cálculo de uma raiz cúbica
13. Raiz quadrada não exata
14. Tabelas
VII. TRABALHOS PRÁTICOS
1. Descrição sucinta de alguns trabalhos em tensão
1.1. Generalidades
1.2. Organização do trabalho
1.3. Progressão do trabalho
1.4. Diversos
2. Fichas originais idealizadas
2.1. Fichas tipo utilizadas no plano de trabalhos
3. Fases e pontos comuns de um trabalho em tensão
3.1. Ficha suporte para estudo e preparação prévia de
qualquer trabalho em tensão
4. Trabalho no 89
5. Ligação de ramal ao apoio mt – trabalho em tensão
6. Aplicação prática
6.1. Ficha suporte para estudo e preparação prévia de
qualquer trabalho em tensão
7. Trabalhos práticos
7.1. Exemplo de preenchimento de um trabalho tipo
7.2. Trabalho no 04/82
7.3. Exemplo do projeto da linha com derivação do ramal
7.4. Características da linha
7.5. Cálculo da força vertical (FV )
7.6. Estudo teórico/plano de trabalhos
7.7. Outra hipótese de cálculo
7.8. Considerações pormenorizadas
7.9. Tabelas de apoio ao cálculo
7.10. Apresentação fotográfica de substituição de isoladores
VIII. MODOS E MÉTODOS DE TRABALHO
1. Substituição de seccionador e sua travessa na posição
de fechado
1.1. Fases do plano de trabalho
2. Explicação sumária
3. Aplicação de equipamentos auxiliares
4. Subtituição de apoios com as linhas em tensão
5. Sequência da execução com apoios metálicos
mais afastados
5.1. 1ª etapa
5.2. 2ª etapa
5.3. 3ª etapa
6. Apoio betão próximo do outro a substituir
6.1. Modos de atuação
IX. DESCRIÇÃO ORDENADA E METODOLOGIA DE
ALGUNS TRABALHOS PRÁTICOS
1. Descrições de alguns trabalhos
1.1. Substituição de isoladores de cadeia de suspensão
1.2. Substituição de isoladores rígidos
2. Substituição de isoladores rígidos por cadeias de
amarração, travessa e cabeça do apoio
2.1. Descrição da sequência
3. Esforços físicos na realização de trabalhos em tensão
3.1. Imagens fotográficas com descrições
Hilário Dias Nogueira é egenheiro eletrotécnica e autor de algumas publicações sobre as Regras Técnicas, com apresentações digitais, formador, consultor e colabora com a revista O Eletricista tendo publicado vários artigos e alguns manuais para a Publindústria.

Napoleão Dias Monteiro é técnico altamente classifi cado como Eletricista de redes BT/MT e em TET/MT na EDP, possui formação em França na EDF, de trabalhos em Tensão nas redes de Média tensão (TET/MT). Enquanto funcionário na EDP assumiu a função de Formador de algumas equipas da EDP, na Central Tejo – Lisboa.