booki

 

-10%

Guia de Aplicações de Gestão de Energia e Eficiência Energética - 3ª ed.

ISBN: 9789897231544

Autor: André Fernando Ribeiro de Sá

Editora: PUBLINDUSTRIA..

Número de Páginas: 527

Idioma: Português

Data Edição: 2016

29,70 €33,00 €
Poupa: 3,30 €

A energia é um bem que deve ser optimizado a um custo cada vez mais relevante. É importante maximizar a sua produção eficiente e racionalizar o seu consumo. Não faltam formas de economizar energia: na sua produção, no seu transporte, na sua distribuição e no seu consumo.
O presente livro tem como principal objectivo evidenciar algumas potenciais aplicações de gestãode energia e eficiência energética. Muitas aplicações foram mencionadas: produção eficiente, quer sejam com fontes de energia renovável, quer sejam através de algumas fontes de energia não convencionais; minimização de perdas nas redes de distribuição de energia eléctrica; optimização da utilização de equipamentos térmicos; sistemas de iluminação; sistemas de cogeração; sistemas de força motriz, incluindo, sistemas de ar comprimido; sistemas frigoríficos, sistemas de bombagem,
sistemas de ventilação; edifícios; transportes e gestão de tarifário.
Esta terceira edição visa atualizar conteúdos de alguns dos capítulo (1 ao 4). Em gestão de energia e eficiência energética existe muito para estudar e revelar, mas principalmente para poupar. O verdadeiro desafio está em maximizar a aplicação das medidas de economia de energia de uma forma sustentável: pela economia, mas também pelo ambiente e pela sociedade.
1 Introdução
1.1 Aspectos Gerais e Motivação
2 Fontes de energia renovável e outras não convencionais
2.1 Introdução
2.2 Eólica
2.3 Água
2.4 Solar
2.5 Resíduos – Biomassa e CDR
2.6 Geotérmica
2.7 Hidrogénio
2.8 Muscular
2.9 Trovoada
3 Perdas Eléctricas em Redes de Distribuição
3.1 Princípios
3.2 Pistas de Reflexão
3.3 Compensação do Factor de Potência
3.4 Perdas em Condutores
3.5 Transformadores
3.6 Distorção Harmónica
3.7 Optimizar a Eficiência Energética numa Rede de Distribuição
3.8 Manutenção
3.9 Outros Problemas da Qualidade da Onda de Tensão
4 Sistemas de Iluminação
4.1 Introdução
4.2 Tipos de lâmpadas
4.2.1 LED
4.3 Propriedades luminotécnicas
4.4 Propriedades das luminárias
4.5 Exemplos de esquemas eléctricos
4.6 Balastros
4.7 Regulação de fluxo (dimming)
4.8 Detectores
4.9 Outros interruptores automáticos
4.10 Alguns exemplos de arquitecturas de controlo de iluminação
4.11 Optimização de um sistema de iluminação
5 Optimizar a utilização de equipamentos térmicos
5.1 Correcta Utilização do Calor Latente
5.2 Evitar perdas de calor
5.3 Exemplos de Redução do Consumo de Vapor
5.4 Usar Calor Sensível
5.5 Permutadores de Calor
5.6 Caldeiras – Geradores de Vapor
6 Sistemas de Cogeração
6.1 Princípios
6.2 Tipos de Sistemas de Cogeração
6.3 Trigeração
6.5 Pilhas de Combustível
6.6 Conclusão
7 Força Motriz
7.1 Princípios
7.2 Noções fundamentais sobre motores eléctricos
7.3 Factores de Desperdício de Energia Eléctrica
7.4 Condições Operatórias Adversas
7.5 Outros cuidados a nível de práticas de operação e manutenção
7.6 Motores de Elevado Rendimento (Energy Efficient Motors – EEMs)
7.7 Factor de Potência
7.8 Dimensionamento de Motores
7.9 Aproveitamento de cargas variáveis
7.10 Variação Electrónica de Velocidade
7.11 Sistemas de Transmissão Mecânica
7.12 Checklist de Rolamentos
7.13 Motor Síncrono de Íman Permanente
7.14 Conclusões sobre desperdício em motores
8 Sistemas de Ar Comprimido
8.1 Princípios
8.2 Pistas de Reflexão
8.3 Tipo de Compressores
8.4 Secadores de Ar
8.5 Depósito de Ar Comprimido
8.6 Capacidade dos Compressores
8.7 Redes de Ar Comprimido
8.8 Optimização da Central de Ar Comprimido
8.9 Conclusão
9 Sistemas Frigoríficos
9.1 Princípios
9.2 Pistas de Reflexão
9.3 Descrição do sistema frigorífico
10 Sistemas de Bombagem
10.1 Princípios
10.2 Pistas de Reflexão
10.3 Considerações Gerais sobre Bombas Hidráulicas
10.4 Métodos de Controlo em Bombas
10.5 Sinais de incorrecta selecção de bombas ou má manutenção
10.6 Metodologia dos Custos de Ciclo de Vida
11 Sistemas de Ventilação
11.1 Princípios
11.2 Pistas de Reflexão
11.3 Optimização de um sistema de ventilação
12 Edifícios
12.1 Introdução
12.2 Notas históricas
12.3 Localização
12.4 Orientação
12.5 Isolamento Térmico
12.6 Vão envidraçados
12.7 Climatização
12.8 Preparação de Águas Quentes Sanitárias (AQS)
12.9 Outras medidas para a eficiência energética em edifícios
12.10 Energias renováveis em edifícios
12.11 Algumas questões a reflectir no momento de verificar a optimização do desempenho energético de edifícios
13 Transportes
13.1 Introdução
13.2 Condução Mais Eficiente
13.3 Manutenção
13.4 Lubrificantes
13.5 Veículos eléctricos
13.6 Biocombustíveis de segunda geração
13.7 V2G
14 Gestão da Factura de Electricidade
14.1 Alguns conceitos da gestão da factura de electricidade
14.2 Medidas de optimização da potência em horas de ponta
Bibliografia e Sites Web
Engenheiro Eletrotécnico e de Computadores, ramo de sistemas de energia, pela FEUP – Licenciatura (2000) e Mestrado (2003). Pós-graduado em gestão de energia – eficiência energética, pelo ISQ (2008). Título de Especialista em Engenharia Eletrotécnica pela Universidade de Aveiro (2012). Nascido em Espinho em 1977, é especialista em gestão de energia e em exploração de instalações elétricas. Técnico reconhecido SGCIE. Membro sénior da Ordem dos Engenheiros (Colégio de Engenharia Eletrotécnica). Docente da ESTGA - Universidade de Aveiro no curso de Engenharia Eletrotécnica, tendo já lecionando várias unidades curriculares como Elementos de Eletromagnetismo, Circuitos Elétricos, Máquinas Elétricas, Conceção de Instalações Elétricas, Dimensionamento de Instalações Elétricas, Projeto de Instalações Elétricas, Instalações Elétricas Especiais, entre outras. Formador do CET de Instalações Elétricas e Automação Industrial e do CET de Energias Renováveis da ESTGA-UA em várias disciplinas: Eletrotecnia, Aparelhagem e Medidas Elétricas. Exerceu cargo de Diretor de curso do CET de Energias Renováveis.
Técnico responsável de várias instalações elétricas de serviço particular em alta, média e baixa tensão. Além do presente livro é autor de vários artigos em diversas revistas na vertente energia e eletricidade. Tem realizado várias formações de caracter industrial: atuadores elétricos, cogeração, eficiência energética, máquinas elétricas, entre outros. Colaborou, entre outros, com o Grupo Têxtil Riopele, INESC Porto, Edifícios Saudáveis Consultores, Schneider Electric Portugal, DAPE, GPS, Smartwatt, Pavicentro e Lidergraf.