booki

 

-10%

Flexibilidade e Alongamento - Um Modelo Taxonómico

ISBN: 9789899638105

Autor: Sandro R. Freitas

Editora: GNOSIES

Número de Páginas: 240

Idioma: Português

Data Edição: 2010

23,85 €26,50 €
Poupa: 2,65 €

Embora existam variados livros sobre Flexibilidade e Alongamento, a presente obra constitui o primeiro livro sobre esta temática redigido por um autor português. Apresenta uma perspectiva científica sobre esta matéria. A realidade de o treino da flexibilidade e prática de alongamento ser importante, em diferentes domínios profissionais, em conjunto com o facto de que não é tão abordada quanto outras qualidade físicas (e.g. força), constituíram motivações para o autor produzir este trabalho. A principal característica inovadora da obra, referenciada inclusivamente no título da mesma, é o modelo taxonómico proposto para compreensão desta matéria. Decompõe-se em cinco capítulos gerais: 1) Introdução ao modelo taxonómico do alongamento e flexibilidade; 2) factores; 3) análise; 4) metodologia da prática de alongamentos e treino da flexibilidade; e 5) técnicas de alongamentos. Inicia com uma clara diferença entre alongamento e flexibilidade, em termos conceptuais, formas de manifestação e princípios de desenvolvimento. Segue uma caracterização geral sobre os factores que afectam a manifestação do alongamento e flexibilidade. É feita também uma análise sobre a aplicação nos contextos desportivo e do exercício e saúde, os efeitos e adaptações agudas e crónicas induzidas pela sua prática e um modelo sistemático de avaliação da flexibilidade. Por fim, culmina com uma apreciação das considerações metodológicas durante a prática de alongamento e treino da flexibilidade, e uma caracterização das técnicas de auto-alongamentos e assistidos. A presente obra constitui um manual fundamental a todos os profissionais e estudantes das áreas relacionadas com a actividade física, exercício físico e desporto que aplicam regularmente o alongamento e treino da flexibilidade.
1. Introdução
1.1 Abordagem Conceptual
1.1.1 A Flexibilidade e o Alongamento
1.1.2 Formas de Expressão da Flexibilidade
1.1.3 Modos de Alongamento
1.1.4 Natureza da flexibilidade e alongamento
1.2 Flexibilidade e Alongamento: para quê e para quem?
1.3 Princípios da Flexibilidade e do Alongamento
Especificidade
Sobrecarga
Individualidade
2. Factores da flexibilidade
2.1 Primários
2.1.1 Estruturais
Músculo
Tecido conjuntivo
Tecido ósseo
Pele, Ligamentos e Tecido Nervoso
2.1.2 Nervosos
Fuso Neuromuscular
Órgão Tendinoso de Golgi
2.2 Secundários
Factores Psicológicos
Factores Morfológicos
Factores da Tarefa
3. Análise da Flexibilidade
Historial de Actividade Física
Composição Corporal
Morfologia
Idade, Género e Etnia
3.1 Perfis de Flexibilidade
3.1.1 Contexto Exercício e Saúde
Idade e sexo
Adolescência
Estilo de Vida e Qualidade de Vida
A Marcha
3.1.2 Contexto Desportivo
Desportos de Resistência
Desportos com Tarefas Balísticas
Outros Desportos
3.2 Flexibilidade e o Treino da Força
O treino da Força Aumenta a Flexibilidade?
Implicações do Treino de Força e Alongamento Combinado ao Nível da Força
3.3 O Treino da Flexibilidade e a Performance
Efeitos Agudos
Efeitos Crónicos
3.4 Avaliação da Flexibilidade
3.4.1 Quantitativa
Goniómetro
Inclinómetro
Análise de Vídeo
Fitas Métricas
Aparelhos
Posição dos Segmentos
3.4.2 Qualitativa
Activo (stiffness activo)
Passivo (stiffness passivo)
Stiffness, Compliance e Hysterisis
Considerações na Avaliação
3.5 Adaptações do Treino de Alongamento e Flexibilidade
3.5.1 Agudas
3.5.2 Crónicas
4. Treino da Flexibilidade
4.1 Aquecimento
4.2 Métodos
4.2.1 Alongamentos Estáticos
4.2.2 Alongamentos Dinâmicos
4.2.3 Técnicas de Facilitação Neuromuscular
Proprioceptiva (PNF)
4.2.4 Treino de Flexibilidade Excêntrica
4.2.5 Outros Métodos
4.3 Modelo do Desenvolvimento da Flexibilidade
4.4 Considerações Metodológicas - O Volume e Intensidade
4.5 Periodização do Treino
Microciclo
Mesociclo
5. Técnicas de Alongamentos
Modo de Alongamento
Ângulo e Direcção dos Segmentos Implícitos
no Alongamento
Estabilização
Ponto de Aplicação das forças
Posição do Sujeito
Controlo das Variáveis de Treino (Volume e Intensidade)
5.1 Alongamentos Assistidos (assisted stretching)
Sujeito
Agente
Contexto
5.2 Auto-alongamentos (self-stretching)
6. Fontes de pesquisa
- Doutorado em Ciências do Desporto, Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa (FMH-UTL), Portugal
- Licenciado em Ciências do Desporto – Ramo de Exercício e Saúde (FMH-UTL)
- Certified Strength and Condition Specialist, NSCA (EUA)
- Professor Assistente Convidado da FMH-UTL – Anatomofisiologia e Cinesiologia
- Administrador da empresa Jogo Jogado - Gnosies Researcher
- Mentor StretchUp™ Mentor (www.stretchup.com)